SHAZAM | Trailer + história do personagem

Saiu o trailer daquele que deve ser o filme mais descontraído da DC Comics no cinema. Já dá pra perceber que o filme estará coberto de referencias aos heróis da DC e que sim… aceite… será voltado para o público jovem… que provavelmente não estará se importando muito de a roupa de Zachary Levy está ou não cheia de enchimento anatomicamente desproporcional àquele pescoço fino saindo de dentro da roupa. Ok, ok parei… jurei que não ia mais criticar antes de ver o trailer filme…

Mas para você que está boiando na história do herói nos quadrinhos, aí vai a ficha corrida do herói – só pra você não chegar boiando no cinema!

A história

Shazam, antes conhecido como Capitão Marvel, é um super-herói fictício de histórias em quadrinhos, inicialmente publicado pela editora Fawcett Comics e posteriormente adquirido pela DC Comics. Criado em 1939 pelo roteirista Bill Parker e pelo desenhista C. C. Beck, o personagem apareceu pela primeira vez na revista Whiz Comics #2, lançado em fevereiro de 1940, durante a era de ouro dos quadrinhos. Com uma história que envolve uma fantasia adolescente, Capitão Marvel é o alter ego de Billy Batson, um jovem que trabalha como repórter de rádio e foi escolhido, devido a sua bondade interior, para receber os poderes do Mago Shazam, a fim de preservar a justiça e a paz no Universo.

Sempre que Billy fala o nome “Shazam”, ele é instantaneamente atingido por um raio mágico que transforma-o em um super-herói adulto com poderes sobre-humanos (e vice-versa, uma vez que o personagem pode voltar a forma infantil da mesma forma). Os poderes do Capitão Marvel são oriundos de seis personagens mitológicos que lhe concedem tais características — sendo eles, Salomão (sabedoria), Hércules (vasta força física), Atlas (resistência, invulnerabilidade), Zeus (poderes mágicos), Aquiles (coragem) e Mércurio (velocidade, capacidade de voo).

Vários amigos e membros da família, como Mary Marvel, podem compartilhar com Billy seus poderes e tornar-se eles próprios.

Shazam é designado, pelos próprios deuses que lhes concedem os poderes, como o Campeão da Humanidade. Desde 2011, quando a editora DC Comics reformulou todos seus personagens, o Capitão Marvel passou a se chamar (no âmbito oficial, de forma definitiva) simplesmente de “Shazam”


Plágio

Com a eminência do sucesso rapidamente alcançado pelo personagem (chegando a ofuscar o Homem de Aço), a National iniciou um processo judicial contra a Fawcett Publications, por sua subsidiária Fawcett Comics, argumentando que o Capitão Marvel representava “um plágio descarado” de seu principal personagem, Superman.

A batalha judicial prolongou-se por doze anos, encerrando-se em 1953 com um acordo proposto pela Fawcett, que havia decidido, devido às baixas vendas de sua revista, abandonar a publicação de histórias em quadrinhos e dedicar-se a outros ramos editoriais. Devido a esse acordo, o Capitão Marvel mergulhou no esquecimento durante o restante dos anos 1950 e todos os anos 1960 no mercado norte-americano, retornando a ser veiculado somente durante a década de 1970. No Brasil, no entanto, ele foi republicado normalmente durante os anos 1960, pela RGE, do Rio de Janeiro. E, no Reino Unido, teve até um substituto, o Marvelman, atualmente conhecido como Miracleman.

Shazam!

Em 1973, a DC Comics, a editora responsável pelo processo judicial, adquiriu os direitos da personagem e retomou sua publicação nos Estados Unidos. No entanto, a nova revista teve de se chamar Shazam, porque a agora Marvel Comics era a detentora da marca Captain Marvel (Ela lançou o seu Capitão Marvel em 1967).

O Suspendium foi a explicação que a DC Comics encontrou para explicar porque o elenco de Capitão Marvel não havia envelhecido desde que parou de ser publicado pela Fawcett Comics em 1953. Tal substância inventada pelo vilão Dr. Silvana pôs em animação suspensa toda a Família Marvel, bem como o resto do elenco e o próprio Silvana, por 20 anos.

Shazam Vs. Superman

A rivalidade entre o Capitão Marvel e o Superman, personagem semelhante com os poderes básicos de vários super-heróis e que assim como ele, voa, possui super força e super resistência , invulnerabilidade etc … , mas com origens obviamente diferentes , é considerada há décadas um clássico dos quadrinhos o. Curiosamente, é muito provável que toda essa rivalidade tenha se iniciado mais como uma espécie de “continuidade” da briga judicial entre a Fawcett Publications (proprietária da Fawcett Comics) e a National Comics (atual DC Comics), iniciado por essa última, que processava a Fawcett Comics alegando que o personagem ‘Capitão Marvel’ era “plágio do Superman”, do que um embate entre os fãs de cada um dos personagens, botando em questão a popularidade de ambos — muito embora uma coisa possa ter levado à outra. Para se ter uma ideia, a primeira vez que os dois personagens se enfrentaram, foi na revista Mad Magazine, publicada entre abril/maio de 1953. Escrita por Harvey Kurtzman e Wally Wood, a edição, que continha uma reportagem intitulada “Superduperman”, satirizava justamente a briga judicial entre a Fawcett Publications e a National Comics.

Nessa rivalidade, que já dura mais de 60 anos, enquanto um é um alienígena, com certa dose de conflitos internos entre super heróis que são rivais e amigos ao mesmo tempo e que obtém poderes por meios físicos (energia do Sol), o outro é terráqueo, com coração puro por ser uma criança, e possui poderes mágicos, o que gera uma luta interessante entre pessoas muito diferentes, embora ambos sejam super-heróis que juraram defender a humanidade.

e aí? quem ganha essa luta?

Facebook