Daredevil | Segunda temporada – checked: e foi boa viu!!! (sem spoilers)

12794707_1719825021587067_5890561489880274871_o

A primeira temporada já tinha sido uma belíssima surpresa de fidelidade e pancadaria concretizando o formato sombrio e realista para série de super-heróis. A segunda temporada chegou e não deixou a desejar em nada para a primeira com uma ótima adição de Elektra e do Justiceiro – Frank Castle.

Ok foram 11 episódios assistidos diretos no meu primeiro sprint no sábado – o que corrobora com a qualidade do ritmo e envolvimento que a série causou. Os dois últimos episódios ficaram para o domingo, simplesmente porque meus olhos não lacrimejavam mais de tando assistir TV no sábado. A peculiaridade do formato te satisfaz, por um lado, pois você assiste todo arco em uma tacada só – é como comprar aquelas edições capa dura de arcos de estórias completas – só que quando termina você fica com a sensação de que assistiu uma coisa só. O difícil é esperar mais um ano pra assistir a próxima temporada.

Nesta temporada, como todos que curtem sabem, foram introduzidos dois personagens da Marvel que orbitam nas estórias do Daredevil – A assassina Elektra Natchios e o não menos violento Punisher ou Justiceiro Frank Castle. Toda a segunda temporada gira em torno das estórias de origem destes dois personagens e no melhor estilo flashback os capítulos recuperavam pontos das estórias dos personagens que ajudam a contar a respeito do arco maior e suas implicações para a conclusão da segunda temporada.

Sem entregar a estória – uma vez que esta não é minha função aqui, o ideal é que você assista – mas é possível reconhecer, no melhor estilo capitão América: “eu entendi a referência” – diálogos que são reproduzidos com fidelidade das páginas dos quadrinhos.

punisher-daredevil-670x1024

Acho interessante momentos icônicos serem reproduzidos em outras mídias como cinema e séries de TV mas acho importante adaptações serem feitas para se adaptar a ritmo de cada mídia. Elas exigem tempos diferentes de envolvimento e comprometimento como o personagem, então a forma de cativar os diferentes públicos exigem ajustes que possam cumprir este propósito.

Nesta temporada não foi diferente, adaptações e diferenças serão notadas tanto na estória de origem de Elektra e do Justiceiro assim como os caminhos tomados por outros personagens como Foggy Nelson e Karen Page – mas nada que alterasse as características dos personagens, apenas ajustes que acrescentam a estória geral.

Uma nota especial para o personagem que rouba a cena em vários capítulos da temporada 2 – Jon Bernthal que faz o Justiceiro definitivamente tem competência, carisma e um ótimo personagem para segurar uma série sua solo, fácil.

6da6a375e238010d1ef42f2429809a0c

Pra finalizar, algumas surpresas apareceram ao longo dos capítulos e um personagem do passado retornará e terá um papel importante no arco maior. E uma coisa que não é segredo – pois já apareceu em todos os trailers e teasers da nova temporada – são os ninjas!! Ninjas para todo lado!! Tem mais ninja nessa temporada de Daredavil do que zumbi na série Walking dead. O que é um alento pra quem gosta de ação e pancadaria e não aguentou assistir aquele ritmo arrastado, lento e depressivo de Jéssica Jones.

56eaf054d8596

Facebook