Arrow – Segunda Temporada

Pois é galera enquanto a Warnner fica enrolando com essa ficção científica Almost Human – beem fraquinha por sinal – a CW nos States está mandando ver na segunda temporada de Arrow. Para quem teve oportunidade de acompanhar já pode constatar que pelo menos nas séries de TV a DC dá um banho na Marvel. Particularmente prefiro as séries do que os filmes. Elas tem diferença de uma semana entre um capítulo e outro, uma hora por capítulo, 25 horas de trama por temporada, contra um filme de duas horas a cada dois anos que só resolve uma briguinha pontual.

Na minha opinião eles podiam deixar de mi mi mi e fazer as séries numa pegada mais tranquila sem muitos efeitos e vincularem os filmes quando as coisas tiverem que ficar mais espetaculares e cheia de efeitos especiais.

Bom… Na minha opinião – Arrow está assim, a trama tá bem amarradinha, não precisa de muitos efeitos especiais e tá matando a pau no quesito super heroes series.

Olha…  é que os caras ficam cheio de nove horas com o Batman, mas se fizessem uma série nessa pegada, na linha de detetive / ninja / cientista / com supercomputador / … sem aquela parafernalha de latex, sintex, do tronco e pescoço duro e aquele monte de bugigangas pra vender brinquedo dos filmes, acredito que ia sair uma coisa honesta. Hoje em dia o batman só precisa de um smartfone rodando uma app que acessa o Bat Computador, uma capa com uma roupa normal – afinal ele um ninja com conhecimento em múltiplos estilos de luta – e baixar a porrada nos vagabundos da cidade.

Bom… mas voltando a vaca fria… ou melhor a vaca verde…

ATENÇÃO – ALERTA DE SPOILER A PARTIR DESTA LINHA, LEIA POR SUA CONTA E RISCO.  ;-P

Além das referências do Blade, Arqueiro Negro, a Caçadora, nesta temporada, quem já teve a chance de assistir até o capítulo do último domingo (nono capítulo) já pode conferir que a trama roda mesmo em volta do Ras Al Ghul, envolvendo a Canário Negro – roupinha e apresentação “mei tosquinha” e com uma atriz com a língua presa deixou um pouco a a desejar. Doutor IVO apareceu na trama, já fazendo suas experiências. Tivemos também citados Solomon Grundy, que parece que apareceu, não tá explicito, mas é!! :-). Tudo isso girando em cima de um “soro do super soldado” que inventaram emprestado da Marvel com certeza. E por causa dele que o Ricardito – nome ridículo dado no Brasil ao Speedy, parceiro do Green Arrow nos quadrinhos. Curiosamente é como o personagem chama a irmã, o que deu a entender que ela assumiria o papel do personagem, mas aí veio o ricardito e traçou a irmã e agora que  acabou tomando a injeção de soro de super supersoldado … então, por causa dele já arranjaram um motivo pra colocar uma roupa vermelha no garotão.

Falando em vermelho… O Flash faz uma aparição ainda como Barry Allen como uma prévia da sua série própria – putz tomara que preste – supervelocidade no estilo de Smallville vai ser dose!!

Por enquanto é isso galera, quem assina warnner vai ter que esperar “Almost” acabar o carnaval – provavelmente – por que até agora necas de anunciarem a série.

Facebook

Deixe uma resposta